Carro elétrico polui mais do que os veículos que usam combustíveis? ( Imagem: Divulgação)

Muito se fala sobre as novidades automobilísticas, mas será verdade que o carro elétrico polui mais do que os veículos que usam combustíveis?

Afinal, há muita polêmica sobre esse assunto e se você tem dúvidas sobre isso, está no lugar certo.

Por isso, confira agora se é verdade que o carro elétrico polui mais do que os veículos que usam combustíveis.

Publicidade

Afinal, é verdade que o carro elétrico polui mais do que os veículos que usam combustíveis?

Carro elétrico polui mais do que os veículos que usam combustíveis? ( Imagem: Divulgação)
Carro elétrico polui mais do que os veículos que usam combustíveis? (Foto: Divulgação)

Em primeiro lugar, é bom destacar que parece haver um consenso entre a maioria dos cientistas de que o carro elétrico (EV, na sigla em inglês) emite menos gases poluentes que o veículo a combustão.

No entanto, a verdade é que circula na internet a afirmação de que o EV polui mais que o veículo com motor a combustão.

Ou seja, de acordo com os rumores, isso se daria por causa do descarte das baterias dos eletrificados, o que prejudicaria o meio ambiente.

Acontece que sim, isso é falso. A gente te explica melhor.

Primeiro, vamos entender que o impacto na natureza de baterias de celulares e computadores ou pilhas de controle remoto, por exemplo, é, sim, negativo. Isso porque, quando são desprezadas de forma inadequada, podem contaminar o solo e águas subterrâneas.

Publicidade

Como acontece a contaminação do solo

Dessa forma, o processo acontece porque esses materiais possuem toxinas, como chumbo e mercúrio. Ou seja, essas são substâncias que podem causar danos à saúde do ser humano e resultar em doenças.

Por outro lado, o mesmo não ocorre com as baterias dos carros elétricos. Nesse sentido, de acordo com Adalberto Maluf, presidente da ABVE (Associação Brasileira do Veículo Elétrico), é importante desmistificar esse assunto. Ele deu uma entrevista ao R7 sobre o assunto.

Além disso, segundo o especialista, há incentivo econômico para reutilizar as baterias de carros elétricos em outras produções.

No entanto, esse fenômeno não ocorre nas baterias convencionais, já que seu processo de reciclagem é caro.

Polêmica resolvida

Além de não poluir, o uso desse tipo de veículo promete resolver outras questões. “O preço do lítio não para de subir, do níquel… todos esses insumos estão subindo. Então, isso permite que o material seja reciclado”, disse.

Assim, de forma semelhante, David Ricardo, sócio-fundador da Elev, empresa especializada no setor da eletromobilidade, explica:

“Quando (a bateria) chega nesse estágio de que não é possível mais ser usada no carro elétrico, ela já pode ter um segundo uso na própria geração de energia. Então, pode-se aproveitar uma bateria do carro elétrico para que se use de maneira estacionária, em sistemas energéticos, de uma forma geral.”

Publicidade

Por outro lado, Maluf cita dois exemplos de iniciativas que contam com baterias reutilizadas:

  • CPFL Energia, que tem parceria com a faculdade Unicamp e
  • Salão do Automóvel, tradicional na cidade de São Paulo.

Vale destacar ainda que, Adalberto Maluf lembra que as baterias do veículos elétricos duram mais. Nessa estimativa de tempo, contando com sua reutilização.

“A gente está falando de 20, 30 anos de vida útil da bateria, normalmente. Ela vai ficar dez anos, 15 anos no veículo, depois ela será reaproveitada pelo sistema estacionário de energia. É uma bateria que dura ali mais dez a 15 anos junto com o painel solar”, explica ele ao R7.

Veja também: Perfumes femininos que não agradam à primeira vista

Dessa forma, agora que você sabe tudo sobre esse assunto, você ainda acha que o carro elétrico polui mais do que os veículos normais?

Continue navegando com a gente!